F

Foi a 17 de Março de 2020 que soube que ia ficar retido em Ovar na tão falada cerca sanitária por causa do (desculpem-me a expressão) raio do Covid. Uma incerteza imenso que se apoderou de todos e um medo generalizado. Receio pela saúde e pela economia. Até quando iria durar? Na minha cabeça achei que não ia ser um período curto, mas nunca nos meus piores pesadelos achei que passado praticamente 1 ano estaríamos de volta com recolher obrigatório. De não conseguir viajar, jantar fora, estar com os amigos e fotografar casamentos. De tantas outras coisas que antes do COVID eram banais para nós e que hoje em dia nos fazem tanta falta.

Este conjunto de fotografias foi registado nos primeiros dias da cerca sanitária. Apesar da obrigação de recolher obrigatório, senti que tinha a habilidade e a arte para jornalisticamente e através das minhas imagens registar a solidão e a tristeza de uma cidade que de um dia para o outro ficou parada. Cuja vida das pessoas ficou estagnada.

Esta é uma série de imagens que me orgulho imenso e que por certo ficarão para uma memória futura.

Comments
Add Your Comment

CLOSE MENU
Send this to a friend